Teatro Meridional | A Rainha da beleza de Leenane, de Martin McDonagh (2010)

*
- Eu às vezes penso que tu nunca hás-de morrer. 
Que vais ficar aqui para sempre, só por despeito, para me fazeres a vida negra.
- Eu vou ficar aqui para sempre!
- Tenho a certeza que sim!
*