Flavio Tris · Pra ver a voz (2011)


acaso não
há sempre mais do que se vê
os olhos são
apenas feitos pra você
saber o teu tamanho

eu choro sim
como choravam meus avós
virá sem fim
a chuva que desfaz os nós
e lava o teu caminho

canta, canta só
só prá ver tua voz vibrando em mim

em tudo então
há sempre tanto pra se ver
os outros são
apenas feitos pra você
rever o teu tamanho

agora sim
os mares te inundarão
verás enfim
com olhos do teu coração
além do teu caminho

canta, canta só
só prá ver tua voz vibrando em mim

*